Novidades

28 de setembro de 2016

O Bebe da Vizinha

O que essa criança ta
fazendo aqui há esta hora” acendi a luz do corredor e aquela imagem desapareceu



 A única coisa que me vinha na cabeça naquele momento era descansar, queria deitar e relaxar sem pensar em nada ou sumir por alguns instantes, após umas discussões familiares e muita dor de cabeça durante anos, apesar de pouco o salário resolvi me mudar e deixei a atual casa. Com sorte achei um apartamento ainda na cidade grande o aluguel estava barato e isso era o que importava, não era tão longe de minha antiga residência e com o termino do casamento não queria saber de luxo e sim de apenas um cantinho para descansar a cabeça cansada e deixar de lado minha ex. O único problema eram os choros da criança na madrugada, o bebe da vizinha chorava tanto que me dava nos nervos, porem sempre que ia reclamar o choro cessava e acabava por deixar de lado. Certa madrugada acordo assustado com o choro, parecia mais perto que o normal ao olhar do lado da cama uma criaturinha nanica correu para debaixo da cama, ofegante e espantado saltei da cama e olhei por debaixo da cama tremulo e com muito medo, mais não encontrei, escutei a porta batendo, levantei e caminhei ate o corredor do prédio, as luzes estavam apagadas e não conseguia enxergar muita coisa a única coisa que consegui ver foi um vulto no final do corredor encostado na parede, neste instante pensei “O que essa criança ta fazendo aqui há esta hora” acendi a luz do corredor e aquela imagem desapareceu de forma mágica me deixando intrigado, mas o cansaço era tanto que podia ser apenas coisas de minha cabeça já que não estava bem há dias, voltei para o meu apartamento e consegui adormecer. Na manha seguinte acordei e notei que meu quarto estava meio revirado, assustado levantei e pensei em chamara policia, porem antes procurei o que teria causado tudo, percebi que a bagunça não se limitava ao quarto e sim a casa toda, arrumei tudo e resolvi sair para procurar emprego , no corredor me deparo com uma mulher  que me cumprimentou então começamos a conversar , ela me disse que eu estava com uma cara de acabado , expliquei a situação e perguntei como ela conseguia dormir com o bebe da vizinha fazendo tanto barulho , ela então assustada respondeu que não morava ninguém ali no prédio alem dela , de mim e dos idosos do andar superior , fiquei intrigado e falei sobre os choros na madrugada e sobre os vultos e possíveis alucinações , ela me olhou de forma assustada e gaguejando tentou falar mais não saiu nada, insisti e perguntei se ela sabia de algo que eu não sabia , então me disse que no meu apartamento , os pais hoje presos mataram uma criança de aproximadamente 7 anos de forma brutal , logo a ficha caiu que não tinha bebe algum na vizinhança e sim um fantasma em meu assombrado apartamento . Fiquei no local por mais três dias ate me mudar e abandonar o local. Antes de abandonar o local muitas coisas estranhas ainda aconteceram. Certo dia estava deitado lendo um livro quando alguém bateu em minha porta, levantei para atender a medida que ia em direção a porta as batidas ficavam mais fortes e violentas , quando olhei pelo olho mágico não tinha ninguém , abri a porta e aos meus pés tinha uma mancha de sangue , essa macha de sangue ficou no apartamento ate eu me mudar . 



Após a mudança resolvi visitar o antigo prédio, chegando notei que o mesmo estava interditado, perguntei então para um comerciante vizinho, ele disse que todo prédio pegou fogo e que todos que ali moravam morreram , disse também que o fogo começara no apartamento 13 o mesmo em que eu morava,  perguntei então sobre as pessoas que moravam ali , ele m disse que o único sobrevivente seria uma criança de aproximadamente 7 anos que saiu do local antes da chegada das autoridades , diz que este saiu sem rumo caminhando e ate hoje não voltou .

Se copiar colocar devidos créditos , obrigado !

Ass : Glaucow M Freitas

20 de setembro de 2016

A Casa De Baker Street




Uma casa assombrada por fantasmas de várias gerações, um verdadeiro horror entre suas paredes, um mistério jamais esclarecido



A minha cidade sempre foi muito acolhedora, uma cidade pacata e de vizinhança amigável. A casa onde estava há poucos dias era linda, provavelmente construída na era vitoriana e por tudo isso fez com que eu a comprasse sem mais delongas.  Certo dia estava ajeitando minhas coisas e dando uma faxina , quando senti uma repentina falta de ar , achei estranho, pois nunca tinha acontecido algo como aquilo, resolvi então dar uma volta na vizinhança para poder tomar um ar e arejar a cabeça. No caminho ao passar próximo ao cemitério senti que algo me observava , era como se alguma coisa estivesse me olhando , parei por segundos, mas segui dando meia volta. Ao aproximar da minha casa notei que a porta estava aberta e uma coisa na qual não consegui identificar estava na parte de cima em um dos quartos parada próxima a janela me observando, em um simples piscar de olhos aquilo sumiu como uma fumaça ao ser soprada,corri ate dentro e subi para o quarto, porem não encontrei nada a falta de ar voltou e corri para tomar um copo de água que me deixou mais calmo . De noite estava fazendo algo pratico para comer já que as coisas ainda estavam um caos, peguei uns enlatados e esquentei rapidamente e comecei a comer , foi quando senti três tapinhas em minhas costas que me fizeram gelar por completo me deixando de cabelos arrepiados , olhei assustado subitamente para trás e não vi nada , terminei de comer rapidamente e fui tomar um banho , no meio do banho a luz acaba e ao olhar para o outro lado do Box notei uma figura parada olhando para o espelho não conseguia identificar o que era estava com medo e aflito, pois aquilo me assustava , fiquei paralisado quando a luz voltou a figura agora tinha forma , era uma garotinha que parecia triste e preocupada com a aparência , aquilo me assustou e eu a chamei , foi quando escutei barulhos vindo de outro cômodo , parecia que estavam quebrando minha casa sai enrolado na toalha e notei que algumas das coisas que tinha arrumado estavam reviradas. Eu não estava acreditando no que estava acontecendo eu não sabia o que fazer e como tratar de tal coisa ,  ao voltar no banheiro marcas de sangue estavam por todo lado e uma palavra no espelho me chamou maior atenção “Ajude-me”.




Na manha seguinte indo a trabalho encontrei um vizinho, começamos a conversar e toquei no assunto do ocorrido em minha residência, ele disse que não sabia nada sobre essas coisas, mas ao falar da garotinha ele ficou meio espantado perguntei então do que se tratava e ele me contou que naquela casa morava uma família que tivera uma filha mais esta era feia e renegada pela família, os pais adotaram então outra menina linda e a amavam mais do que a própria filha que era espancada e violentada diariamente, disse também que os barulhos e gritos eram constantes ate que certo dia resolveu chamar a Policia, pois não aguentava mais aquilo, foi quando teve uma grande surpresa a policia ao chegar à casa não encontrou nada , a mobília estava suja , empoeirada , parecia que ninguém morava ali a anos , disse que os policiais até acharam que seria um trote dele e que ficaram muito zangados com a brincadeira de mal gosto , mais ele dizia firmemente que escutava barulhos e que já teria visto uma garotinha ali em uma das janelas que por sinal era a mesma que vi ao voltar da caminhada. Este meu amigo disse que não somos os únicos a escutar os barulhos e ver essa garotinha, muitos dos vizinhos presenciam mais nunca encontram nada na casa. Após tudo isso resolvi me mudar, porem encontro com esse meu amigo ate os dias de hoje, em um certo dia disse que a Policia resolveu entrar no local e fazer uma busca e foram encontrados um esqueleto que supostamente seria de uma menina , a tal menininha que todos juravam ver e que estava desaparecida a anos e o crime teria sido arquivado pela Policia. A família da criança juntamente da filha adotiva teria sido enterrada no cemitério local que muitos juram sentirem incomodados ao passar próximo, a causa da morte foi dada como misteriosa.  


Se copiar colocar devidos créditos  , Obrigado


Ass: Glaucow Maciel Freitas 

19 de setembro de 2016

O Colégio Santa Barbara

Um prédio assombrado onde funciona uma escola, casos estranhos, e muitas situações bizarras, fantasmas, assombração, terror


No ano de 2005 eu estava no 1º ano na escola Santa Barbara, essa escola tinha três andares, apelidamos o terceiro então de Trevas por conta dos boatos, relatos e contos surgiam a respeito do mesmo. O Santa Barbara era antigo e existia a mais de séculos formando muitos profissionais e também gerando muitos casos a respeito principalmente do terceiro andar que era o local que não fora reformado com os demais. Há muitos anos atrás uma garota escutou um barulho vindo deste terceiro andar e este vinha do banheiro feminino, ela foi ate o banheiro e à medida que se aproximava o barulho ia diminuindo, entrou no banheiro que era um tanto quanto sombrio por estar interditado. Após alguns minutos a professora e seus colegas de classe notando sua demora se perguntaram onde a garota havia ido, até que a professora foi ate o banheiro e não a encontrou, lembrou então do terceiro andar, à única coisa que ela encontrou lá foi sangue na privada e no chão e o corpo da menina nunca mais foi encontrado. Desde então as historias de assombrações por ali aumentaram. Era um dia comum e acontecia o recreio, Fernanda sentiu vontade de usar o banheiro e mesmo com o banheiro do terceiro andar interditado ela foi ate ele, pois não agüentaria segurar ate o segundo, assim que sentou na privada escutou um barulho vindo do boxe ao lado, ela então mesmo com medo tentou fazer contato e começou a conversar com alguém que deu o nome de Rebeca. Ao sair lavou as mãos e esperou sua nova amiga sair, mas já fazia alguns minutos então Fernanda foi ate o boxe e ao abrir ficou supressa com o que viu NADA, não havia ninguém ali e ninguém havia saído. Após alguns dias ficou sabendo que a garota que havia desaparecido a alguns anos ali se chamava Rebeca aumentando ainda mais seu medo pelo local. Dizem também que neste terceiro andar existem algumas salas e lugares que não foram modificados contendo fotos, quadros, objetos e muita coisa de alunos e funcionários antigos que ali freqüentaram, tornando o local ainda mais sombrio. Muitos já disseram ter visto de noite uma mulher caminhar pelos corredores das Trevas e que esta mulher seria a diretora do ano de 1980. Até hoje coisas muito estranhas acontecem por lá e ate hoje o terceiro andar não foi reformado, várias infiltrações e problemas nas obras ocorrem impedindo a reforma seriam os fantasmas impedindo de apagar o passado do local?

Ass: Glaucow M Freitas

Se copiar colocar devidos créditos

2 de setembro de 2016

Dona Gininha e seus netinhos



Comenta-se que há muito tempo atrás no Rio Grande do Sul bem no interior havia uma senhora Dona Virginia ,todas as pessoas mais próximas á chamavam de dona Gininha carinhosamente , ela tinha um neto de uns sete anos de sua filha (mãe do garoto faleceu junto com o pai num acidento automobilístico cruelmente por causa de um motorista de caminhão sonolento a criança tinha dois aninhos quando isso aconteceu) mais a vó que era muito apegada à filha sofreu muito mais tinha seu lindo netinho que era sua alegria de viver ela o amava tanto que quase não deixava a criança sair de casa com medo que se acontece algo com ela . Certa vez dona Gininha teve que ir ao armazém que era um pouco distante de onde elas moravam, ela fico na dúvida mais acabo indo, pois seus netinho tão queridos ainda estavam na escolinha , ela não queria demorar, quando voltou viu um coleguinha da escola de seu netinho junto com sua mãe elas param e conversaram descobriu então que não teve aula naquela manhã pois a  professora estava muito doente e os alunos foram liberados "então cadê o meu neto?"  pensou consigo . Todos da cidade estavam à procura do garoto e nada dele , foi muito triste para dona Gininha, pois ate hoje o menino nunca foi achado ela muito triste e deprimida sozinha naquela casa faleceu . Dizem que seu espírito ainda inconformado vaga por ai a procura de seu querido neto algum tempo depois naquela cidadezinha crianças da idade do garoto eram levadas por uma pessoa estranha mais para as crianças à pessoa tomava a forma de uma pessoa conhecida essa pessoa era dona Gininha que levava as crianças para tão longe que seus pais jamais voltavam a encontra seu filhos ela pensa até hoje que essas crianças são seu netinho tão querido , ate hoje não se sabe de nenhumas das crianças desaparecidas.

Lendas de não minha autoria .

31 de agosto de 2016

Teoria do Caos - Exemplo



"O simples bater de assas de uma borboleta pode causar um tufão do outro lado do mundo" Você acorda uma hora antes do que pretendia com o despertar do seu relógio, esqueceu de atrasa-lo com o fim do horário de verão. Ao acordar percebe que sua esposa esta no chão sofrendo complicações respiratórias, já sem ar devido ao camarão que comeu no jantar, parece sofrer um choque anafilático, nem mesmo sua esposa sabia de tal alergia. Imediatamente você a coloca no carro, e dispara até o hospital, com tamanha pressa você acaba sofrendo um acidente chocando com uma carreta, sua esposa sem cinto e projetada para fora do veiculo e morre imediatamente, você sobrevive com apenas alguns arranhões e pequenos hematomas, o socorro chega e você reconhece a médica do SAMU, porém não lembra de momento de onde e quem. Devido ao ocorrido você acaba depressivo, ao ir no Hospital encontra a médica que lhe encaminha para uma psicologa, ao entrar no consultório da psicologa vocês imediatamente se reconhecem (Era sua namorada de infância com quem teve que terminar devido a mudanças e distanciamento dos pais). Com o passar do tempo vocês reatam o relacionamento e no casamento convidam a médica do SAMU para ser madrinha, pois foi ela quem os apresentou anos atrás. Hoje vocês estão casados com dois filhos, ambos bem de vida, porém ela também tem alergia a camarão.

Se copiar colocar créditos, obrigado!
Ass:Glaucow Maciel Freitas

25 de agosto de 2016

Tem alguém em casa papai ...


Em uma casa de campo vivia a família Honório, desde que se mudaram para aquele local tudo estava perfeito a preocupação, estresse e tumulto ficou na cidade, estavam ali a fim de ter uma vida sossegada e sem problemas do cotidiano das grandes metrópoles. Carlos trabalhava na cidade então passava grande parte do tempo fora, Nadia sua esposa raramente parava em casa, pois fazia alguns bicos em um salão de beleza enquanto Junior ficava grande parte do dia em casa sozinho. À noite a família se reunia e contavam como foram o dia durante o jantar. Certo dia destes Junior falou com os pais que tinha alguém no quintal da casa, os seus pais o confortaram e falaram que não tinha ninguém ali já que não tinham vizinhos e que tudo não passava de frutos de sua imaginação . O tempo passou e a cada dia Junior se queixava mais da possível presença no quintal , Carlos então pegou sua arma e fez uma vistoria por toda a redondeza e nada encontrou , voltou para a casa e disse para seu filho que aquilo ali não passava de uma imaginação, mas Junior insistia em dizer que tinha alguém por perto. A noite chegou e todos foram dormir, no meio da noite Junior acordou e notou alguém próximo a porta do seu quarto , assustado e soando frio gritou acordando seus pais que vieram correndo , ao chegar lá não tinha mais nada ,  perguntaram do que se tratava e Junior então falou sobre a criatura , seus pais o pegaram e levaram para o quarto deles e dormiram os três juntos. No dia seguinte pela manha os pais deram uma bronca em Junior que já estava ficando grandinho e tinha de aprender a controlar suas emoções e imaginações, o garoto começou a chorar e disse que era serio que tinha alguém na casa a um bom tempo Nadia confortou o garoto e foi trabalhar, após um tempo Carlos também saiu, após um tempo ligou para Nadia e disse que chegaria mais tarde que teria de fazer hora extra, Nadia disse que ia para casa mais cedo. Ao chegar a casa Nadia notou um silencio impressionante, notou então que Junior estava na cama, ficou feliz e pensou que a bronca talvez tivesse resolvido, foi para a sala e começou a ver TV a espera de Carlos, enquanto via TV um medo repentino gelou sua espinha, era algo inexplicável e amedrontador, estava ansiosa e nervosa, mas não sabia por que, levantou e foi ate o quarto do garoto ao chegar ia se aproximando quando Carlos chegou, saiu então do quarto e foram ambos para a cama fecharam a porta e tiveram uma ótima noite. No dia seguinte ao acordarem, notaram que Junior ainda estava na cama, foram então o chamar ao chegar no quarto do garoto notaram que ele ainda estava na cama , ao tirarem o lençol se assustaram Junior não estava e ali apenas alguns cobertores e um travesseiro para enganá-los durante o tempo necessário , junto de tudo isso um bilhete sujo de sangue .

“ Viu papai eu disse que tinha alguém em nossa casa “
Jeff “ The Killer”

Se copiar colocar devidos créditos , obrigado .


Ass : Ghostface GM

24 de agosto de 2016

What’s happen with Mrs.Jane ? (Happy birthday to me)



A historia que vou lhes contar se passou com uma amiga que me autorizou a divulgação da mesma  , para preservar a integridade irei trocar nomes para não a expor .
 O dia do aniversario de Jane estava chegando , e ela mal se agüentava de ansiedade para a chegada da data , tinha convidado todos seus amigos para a festa que estava planejando dar em sua casa a meses , todos haviam confirmado a presença e Jane preparava algo perfeito , falou com seus pais para que os preparativos fossem de primeira e que nada podia dar errado . Jane era uma garota de 15 anos de idade , sempre teve tudo que queria e nunca lhe foi negado nada , mimada que si só , vivia choramingando coisas no mínimo fúteis , tudo que ela queria tinha de ser na hora e feito da melhor forma possível , por ser filha única seus pais a mimara muito e isso a deixou mal acostumada . O dia do aniversario chegou e na escola pela manha ninguém se quer a deu parabéns a garota , ela então pensou que  estavam aguardando a festa que ela mesma e seus pais haviam preparado para a noite de sexta  . A aula acabou e Jane correu para sua casa , chegando lá notou que ninguém se encontrava na mesma , percebeu que os preparativos da festa não estavam acontecendo , frustrada e preocupada pegou o telefone e ligou para seus pais , cada qual veio com uma desculpa , o seu pai xerife da cidade disse que teria de trabalhar por turno extra e que não poderia aparecer em casa antes da meia noite e sua mãe diretora de um hospital disse que teria de ficar de plantão por toda madrugada mais que no dia seguinte compensaria tudo  , Jane ficou pasma e com muita raiva não acreditava que aquilo estava acontecendo, como ficaria a sua festa ?  Quem poderia ajudar ? Logo pegou o telefone e ligou para seus melhores amigos , o que mais lhe surpreendeu e que nenhum deles atendera o telefone , na última tentativa ligou mais uma vez para Felícia sua melhor amiga que atendeu o telefone , Jane então lhe contou sobre o ocorrido e Felícia como se tivesse esquecido da data fez com que não se importava com nada , mais de supetão disse “ Ahh ... sim minha amiga irei ai o mais rápido possível “ após desligar o telefone Jane pensou o que poderia estar acontecendo Felícia não lembrava de seu aniversario . O tempo passou e Felícia não deu as caras na casa de Jane , o tempo foi passando e com o tempo foi chegando a noite Jane resolveu sozinha organizar tudo antes que seus convidados chegassem , arrumou tudo abruptamente e fez o melhor que pode , todas as comidas e bebidas estavam disponíveis e tudo parecia estar organizado e pronto para a festa após muito tempo de trabalho  . O relógio já batia 20:00 porem ninguém aparecera na festa de Jane , seus pais se quer ligaram para dar os parabéns e ninguém , realmente ninguém apareceu , Jane ficou muito triste , arrasada e super irritada com tudo que estava acontecendo , com tanta raiva que nem pensou que tudo poderia passar de um combinado entre pais e amigos para que fosse lhe feita uma festa supressa no dia seguinte , o que de fato iria acontecer  . O que ninguém esperava era a reação de Jane e o que estava por vir  . No dia seguinte todos estavam super animados para dar os parabéns para  Jane , amigos,  parentes e pais , todos estavam felizes por tudo ter dado supostamente certo . Ao chegarem notaram que todas as luzes estavam apagadas , em questão de segundos tudo acendeu dando a todos uma visão sinistra e maquiavélica  , Jane estava sentada em uma cadeira morta , o bolo com a vela ainda acesa e tudo que tivera preparado e posto para os convidados intacto e em cima na parede um letreiro escrito enorme “ Happy Birthday To Me” que piscava de vermelho de modo sincronizado com uma música fúnebre ao fundo que saia de um rádio .
Ass: Glaucow Maciel Freitas
Sé copiar colocar devidos créditos , Obrigado! (Plagio e crime)

20 de agosto de 2016

O Que Aconteceu Com Meus Pais ?


um caso assustador de desaparecimento e assassinato que a policia não solucionou, um mistério






Era sexta feira e Ivo tinha chegado a sua casa tarde do serviço, pois teve de ficar para atividades extras, estava cansado e queria um final de semana tranqüilo e só, passou no mercado e comprou cerveja e uma boa peça de picanha para assar.  Chegando a sua casa notou que seus pais não estavam e ainda mais estranho a casa estava de portão aberto e as luzes todas apagadas, entrou com sua moto ligada para iluminar o caminho com o farol e não notou nada de estranho, exceto pela casa aberta e um dos carros não estarem na garagem, logo pensou que seus pais tivessem saído e esqueceram-se de fechar o portão, entrou então para a casa afoito e animado com o final de semana, ajeitou todas as cervejas e a carne na geladeira, acendeu a churrasqueira para aquecê-la e foi ao banho , no meio do banho escutou alguns barulhos pela casa,  ignorou pelo fato da musica que colocou estar alta e pensou que poderia ser apenas fruto de sua imaginação . Ao sair do banho começou a tomar sua cerveja enquanto via uma reportagem sobre extraterrestres, começou a comer quando recebeu uma ligação de seus pais dizendo que só voltariam no dia seguinte, pois tiveram um problema , perguntou o problema e neste instante a ligação caiu, tentou ligar algumas vezes mas não conseguiu ambos telefones de seu pai e sua mãe estavam fora de área de cobertura, tentou acalmar e pensou que poderia ser algum problema com o carro . O tempo foi passando e o sono foi chegando, após uma cerveja e outra o rapaz resolveu dar uma ida em um bar comprar mais cerveja então saiu com sua moto, na volta notou o portão aberto e novamente todas as luzes apagadas como da vez que chegara do serviço, muito assustado entrou com a moto para dentro da casa com medo tentou fazer barulho para alertar o que quer que esteja ali sumisse , entrou afobado e jogou tudo na mesa, revirou toda a casa a procura de alguém enquanto chamava a policia pelo telefone, que em questão de segundos estava em sua residência os policias da região, revistaram tudo nada fora encontrado, falaram então que era para Ivo parar de beber e perguntou se tinha usado algum tipo de droga ilícita, ele respondeu que não e que jurava que tinha deixado o portão fechado e as luzes acessas ao sair, os policiais não fizeram mais perguntas e foram embora apenas disseram que voltariam em breve para ver se estava tudo bem. 






O garoto foi deitar ainda cismado e preocupado por ter ocultado algumas coisas da policia por medo deles o julgarem como doido, porem muito cansado adormeceu rapidamente, os policiais voltaram porem notaram tudo muito quieto e deixaram, "o garoto deve estar  dormindo" pensaram. De madrugada acordou com um estalo vindo debaixo de sua cama, levantou afoito ao pisar no chão notou uma mancha de sangue próximo ao pé da sua cama, ofegante e em pânico olhou por de baixo da cama, não acreditou no que estava vendo, seus pais estavam ali debaixo e mortos o sangue estava frio e talhado no chão. Quem fizera a ligação para Ivo alegando serem seus pais? O que entrou em sua casa? Como tudo isso aconteceu? Ate hoje o mistério não foi solucionado Ivo mora sozinho e até hoje não consegue explicar aquela noite, perturbado com tudo toma remédios controlados para evitar ataques de pânico e recebe visitar diárias de psicólogos, após algumas sessões afirmou que naquela noite sentiu cheiro de carne podre por toda casa e que um cheiro de queimado ardia suas narinas e que ao olhar para seu quintal uma certa hora , notou duas figuras que pareciam ser seus pais e que estas acenaram de forma misteriosa como se dessem um tchau , porem nada foi  descoberto . Atualmente na casa onde Ivo morou com seus pais, foram encontrado dois corpos , a autopsia não revelou de quem seriam , não sabe-se ate hoje o motivo .
Se copiar colocar devidos créditos , muito obrigado !

Ass : Glaucow M Freitas 

16 de agosto de 2016

Estigmas ( A Visão Da Igreja )

pessoa, que procura tanto a identificação com Cristo,
é capaz de sentir os mesmos sofrimentos físicos e morais que infligiram a Jesus
nos momentos de sua paixão e morte? Para a Igreja Católica, sim



Será que uma pessoa, que procura tanto a identificação com Cristo, é capaz de sentir os mesmos sofrimentos físicos e morais que infligiram a Jesus nos momentos de sua paixão e morte? Para a Igreja Católica, sim. E muitos santos, como São Francisco de Assis, Santa Rita de Cássia e Santo Padre Pio de Pietrelcina, teriam recebido em vida os estigmas de Cristo. Os estigmas seriam as marcas das cinco chagas de Jesus pregado na cruz, e surgem nas mãos e pés, costas (marcas das chibatadas) e cabeça (marca da coroa de espinhos). Somente nos santos, pessoas que procuraram em vida a verdadeira identificação com Cristo, as chagas se manifestariam.

SEM EXPLICAÇÃO

Durante séculos, cientistas e médicos têm-se debruçado no estudo sobre as pessoas que receberam os sinais, os chamados estigmatizados. Algumas teorias estudadas destacam que as feridas seriam provocadas pelas próprias pessoas que as recebem, quando se encontram em estado de hipnose ou de sonambulismo. Cientificamente, não foi encontrada explicação para tais fenômenos.Há os que defendem que as chagas aparecem por sugestões da mente. Segundo a parapsicologia, as feridas podem surgir por um fenômeno denominado dermografia - a produção de sinais na pele, como letras, manchas ou desenhos induzidos por estados alterados de consciência. Já para os mais céticos, liderados por Robert Todd Carroll, editor do Dicionário Cético, os ferimentos deveriam ser interpretados como uma fraude e não como reações psicossomáticas. "Nenhum estigmatizado manifesta esses ferimentos do princípio ao fim na presença de outros. Só começam a sangrar quando não estão sendo observados", diz o pesquisador. O primeiro estigmatizado e mais famoso teria sido São Francisco de Assis (1182-1226), um dos homens que mais se aproximou do modo de vida de Cristo. Alguns biógrafos, como René Fülop-Miller, em Os Santos que Abalaram o Mundo, defendem a idéia da presença dos estigmas no corpo do santo nos dois últimos anos de sua vida. Mas, para o biográfo Donald Spoto, em Francisco de Assis - O Santo Relutante, nenhuma fonte antiga digna de crédito se refere a chagas sangrentas nas mãos e pés de São Francisco. Segundo ele, as feridas que acometeram o santo não passavam de sintomas da hanseníase - doença antes conhecida por lepra.

 Como a Igreja explica os estigmas?

7 de agosto de 2016

Os 10 Maiores Serial Killers da História ( Como funciona a mente de um psicopata ? )


Os maiores maniacos e psicopatas do mundo, descubra o que se passa na mente detes perversos assasinos.


A PSICOPATIA TRANSTORNO ANTISSOCIAL DA PERSONALIDADE


O que leva um indivíduo a cometer um crime, sem sentir medo ou compaixão?
De acordo com Robert Hare, autoridade mundial em psicologia criminal e professor da Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá), a única característica inconfundível de um psicopata é, exatamente, “a falta de emoções, da capacidade de se colocar no lugar de outra pessoa para, pelo menos, imaginar seu sofrimento”. Hare também acrescenta que um psicopata procura entrar na mente das pessoas até tentar imaginar o que elas pensam, mas nunca conseguirá chegar a entender como elas se sentem. Demonstrou-se, inclusive, que um psicopata pode chegar a se relacionar social ou intelectualmente, mas sempre vendo as pessoas como objetos, isto é, retiram do outro seus atributos de pessoa para considerá-lo como coisa.
A psicopatia é uma anomalia psíquica, um transtorno antissocial da personalidade, devido à qual, apesar da integridade das funções psíquicas e mentais, a conduta social do indivíduo que sofre dessa anomalia se encontra patologicamente alterada.
As causas que se encontraram do porquê da conduta psicopática indicam que, por serem indivíduos relativamente insensíveis à dor física, quase nunca adquirem medos condicionados, tais como o medo da desaprovação social ou da humilhação, medo de que restrinjam suas más ações, medos esses que dariam a esses indivíduos um senso do bem e do mal.
As características de conduta do psicopata poderiam ser determinadas tanto por fatores fisiológicos como por fatores sócio-psicológicos. A conduta psicopática poderia ser causada por traumas infantis que geram conflitos, devido aos quais a “Criança” não pode se identificar com o progenitor do mesmo sexo nem se apropriar de suas normas morais. Os psicólogos comportamentais acreditam que a conduta psicopática resulta do aprendizado.
O psiquiatra norte-americano Hervey M. Cleckley,  pioneiro na pesquisa sobre psicopatia, identificou há algum tempo, em 1941, em seu reconhecido livro The Mask of Sanity (A Máscara da Sanidade), quatro subtipos diferentes de psicopatas:

OS PSICOPATAS PRIMÁRIOS não respondem ao castigo, à apreensão, à tensão e nem à desaprovação. Parecem ser capazes de inibir seus impulsos antissociais quase todo o tempo, não devido à consciência, mas sim porque isso atende ao seu propósito naquele momento. As palavras parecem não ter o mesmo significado para eles que têm para nós. Não têm nenhum projeto de vida e parecem ser incapazes de experimentar qualquer tipo de emoção genuína.

OS PSICOPATAS SECUNDÁRIOS são arriscados, mas são indivíduos mais propensos a reagir frente a situações de estresse, são beligerantes e propensos ao sentimento de culpa. Os psicopatas desse tipo se expõem a situações mais estressantes do que uma pessoa comum, mas são tão vulneráveis ao estresse como a pessoa comum. São pessoas ousadas, aventureiras e pouco convencionais, que começaram a estabelecer suas próprias regras do jogo desde cedo. São fortemente conduzidos por um desejo de escapar ou de evitar a dor, mas também são incapazes de resistir à tentação. Tanto os psicopatas primários como os secundários estão subdivididos em:

PSICOPATAS DESCONTROLADOS: são os que parecem se aborrecer ou enlouquecer mais facilmente e com mais frequência do que outros subtipos.   Seu delírio se assemelhará a um ataque de epilepsia. Em geral também são homens com impulsos sexuais incrivelmente fortes, capazes de façanhas assombrosas com sua energia sexual. Também parecem estar caracterizados por desejos muito fortes, como o vício em drogas, a cleptomania, a pedofilia ou qualquer tipo de indulgência ilícita ou ilegal.

PSICOPATAS CARISMÁTICOS: são mentirosos, encantadores e atraentes. Em geral são dotados de um ou outro talento e o utilizam a seu favor para manipular os outros. São geralmente compradores e possuem uma capacidade quase demoníaca de persuadir os outros a abandonarem tudo o que possuem, inclusive suas vidas. Com frequencia, esse subtipo chega a acreditar em suas próprias invenções. São irresistíveis.
O psicólogo criminal Robert Hare diz que os psicopatas “não sentem nenhuma angústia pessoal e não tem nenhum problema; o problema quem tem são os outros. Sua capacidade para castigar suas vítimas se baseia em um comportamento anormal do cérebro, que reage de forma completamente diferente do que o de uma pessoa sã”.

Anos atrás o doutor Hare com base na revisão de registros penitenciários e de entrevistas realizadas com criminosos, concluiu que esse tipo de personalidade pode ser avaliado por meio de uma lista de 20 características ou sintomas:
1 Loquacidade / Encanto superficial.
2 Egocentrismo / Sensação grandiosa de autoestima.
3 Necessidade de estimulação / Tendência ao tédio.
4 Mentira patológica.
5 Direção / Manipulação.
6 Falta de remorso e de sentimento de culpa.
7 Afetos pouco profundos.
8 Insensibilidade / Falta de empatia.
9 Estilo de vida parasita.
10 Falta de controle comportamental.
11 Conduta sexual promiscua.
12 Problemas precoces de comportamento.
13 Falta de metas realistas no longo prazo.
14 Impulsividade.
15 Irresponsabilidade.
16 Incapacidade de aceitar a responsabilidade pelas próprias ações.
17 Várias relações maritais breves.
18 Delinquência juvenil.
19 Revogação da liberdade condicional.
20 Versatilidade criminal.
Por sua vez, de acordo com um estudo recente realizado pelo professor da Universidade de Cornell, Jeff Hancock e seus colegas, os psicopatas tendem a escolher palavras bastante concretas quando falam de seus crimes. O relatório foi publicado na revista Legal and Criminological Psychology(Psicologia Legal e Criminal), e revelou que 14 homens usavam mais palavras como “porque” ou “portanto”, o que indica que possuem um objetivo claro quando cometem seus crimes. E usam duas vezes mais termos relacionados a necessidades físicas como alimentos, sexo e dinheiro. Em seu discurso incluem apenas palavras que façam referências à família, à religião e a outras necessidades sociais. Também costumam usar mais o tempo passado e falar de forma menos fluida, empregando mais “ums” e uhs” do que o resto da população.

TOP 10 MAIORES SERIAL KILLERS DA HISTÓRIA



Você já deve ter ouvido falar no Jack o Estripador ou, até mesmo, no Maníaco do Parque, certo? Contudo esses assinados em série (serial killers) são bem modestos quanto ao número e métodos de assassinatos dos dez maiores serial killers da história. Apesar da aparência inofensiva deles, são verdadeiros psicopatas com alto nível de periculosidade.
Seus feitos não são bom para sociedade, mas ficaram na história como os assassinos que, diretamente, mais mataram pessoas no mundo.


10 - Harold Shipman


Este médico inglês matava as suas vítimas através da aplicação de doses letais de diacetilmorfina ou heroína, como é mais conhecida fora dos hospitais. Shipman foi acusado e condenado à prisão perpétua em julgamento realizado no ano 2000 por ter matado 15 pessoas. Porém, um novo inquérito aberto pela Polícia Britânica após o seu julgamento ligam o médico diretamente a outros 250 casos. Mas, os detetives acham que este número pode ser ainda maior, visto os mais de 2500 depoimentos dados e da análise de 270000 páginas de evidências.


9- Dr. Henry Howard Holmes



Holmes ou Herman Webster Mudgett (seu nome verdadeiro) é o primeiro serial killer americano que se tem notícia. Ele matava a suas vítimas em um “castelo” que na verdade era um hotel construído com o propósito especial de acomodar os seus hábitos homicidas. No local ocorreram, pelo menos, 27 assassinatos, porém as autoridades suspeitam que este número seja ainda maior, ou seja, ultrapasse 200 pessoas.


8 - Yang Xinhai



O chinês Xinhai ficou conhecido internacional pelo apelido de “Monster Killer”. Seus atos eram realizados durante a noite quando invadia as casas e, desta forma, matou 65 pessoas e estuprou 23, principalmente, entre os anos de 1999 e 2003. Yang Xinhai foi condenado por 67 crimes, sendo que foi executado em 2004, pelas autoridades.


7- Gary Ridgway



Preso em 2001, o americano Gary Ridgway foi condenado por ter matado 48 mulheres entre os anos de 1980 e 1990, contudo perante o juiz o próprio serial killer confessou que o número correto de assassinatos era de 71 pessoas. Seu julgamento ocorreu em 2003 sendo que sua condenação é de 48 prisões perpétuas, sem a possibilidade de liberdade condicional, assim como uma sentença adicional de 10 anos por cada vítima (48) por ter alterado evidências.


6 - Pedro Rodrigues Filho



Seu primeiro assassinato ocorreu quando tinha apenas 14 anos de idade e atuou, principalmente, nos estados de Minas Gerais e Goiás entre as décadas de 1960 e 1970. Pedrinho Matador, como era conhecido por todos era praticamente um justiceiro brasileiro pelo fato de que uma grande quantidade das suas vítimas eram criminosos. Foi preso em maio de 1973 e mesmo atrás das grades matou 47 colegas de cárcere. Sua sentença foi de 126 anos de prisão, mas como a lei brasileira não permite que o preso fique atrás das grades por mais de 30 anos foi liberado em 2007 – poderia ter sido liberado em 2003, mas as mortos dentro do presídio adiaram um pouco a data. Porém, Pedrinho Matador está preso novamente desde 2011 por ter participado de seis motins e um cárcere privado na época em que estava preso. Nunca se soube ao certo o seu número de vítimas, comprovadamente são 75, mas a polícia estima em mais de 100 mortes.


5 - Daniel Barbosa


   
O serial killer Daniel Barbosa é colombiano e sua primeira passagem pelas grades aconteceu em 1964 onde foi condenado por abusar de dez mulheres. Oito anos depois foi liberado e foi a partir deste ponto em que passou a ser ainda mais amedrontador e se tornou conhecido como “El sádico del Chanquito”, pois entre os anos de 1984 e 1986 ele mesmo admitiu ter matado 71 garotas e mulheres. Porém, a polícia colombiana estima que este número deva ultrapassar a marca de 150 mortes.


4 - Elizabeth Báthory



Sem só homens são serial killers, mas mulheres. A mais famosa e amedrontadora é Elizabeth Báthory que foi acusada pela corte húngara (Báthory era Hungra) de torturar e matar 80 garotas, contando com ajuda de outras quatro pessoas. Porém, registros confirmar que mais de 650 cabeças foram decepadas por sua culpa, ou seja, por seu próprio pedido. Nunca houve um julgamento real para a condessa, porém ela foi submetida a uma espécie de “prisão domiciliar” na Eslováquia.

3- Pedro López



      Colombiano ficou conhecido pelo apelido de “O monstro dos Andes” e confessou ter matado 110 meninas no Peru, 100 meninas na Colômbia e mais de uma centena no Peru  (não soube informar a quantidade). As vítimas escolhidas eram garotas jovens na faixa etária entre 9 e 12 anos, sendo que Pedro López foi preso em 1980 e condenado pelos110 assassinatos da jovens equatorianas, em 1983. Atualmente ele está solto nas ruas desde1998.



2 - Thug Behram

 


A história do indiano Thug Behram é um pouco controversa, pois em alguns livros ele é relacionado ao assassinato de 931 pessoas por estrangulamento, porém alguns autores dão conta de que ele teria sido responsável por “apenas” 125 mortes. Todos os seus crimes foram cometidos entre 1765 e 1840


1 - Luis Garavito



“La Bestia” como era conhecida popularmente, o colombiano Luis Garavito admitiu perante o juiz ter matado e estuprado mais de 130 jovens garotos durante os anos de 1980. Contudo a polícia militar colombiana estima que esse número ultrapasse os 400 assassinatos. Foi preso em 22 de abril de 1999 pela condição de 139 crimes e recebeu uma pena total de 1853 anos e 9 dias, porém assim como na lei brasileira não poderá ficar preso por mais de 30 anos.



FONTES :
http://top10mais.org/top-10-maiores-serial-killers-da-histor