Novidades

20 de fevereiro de 2016

Quer um abracinho ? Que tal um carinho ?






Todos nos temos medos, estes que quase nunca sabemos explicar ou se quer entender o que nos causam e como reagimos diante as situações de pavor. Alguns temem palhaços, bonecos, outros extraterrestres, fantasmas ou  outras criaturas e assombrações . As vezes a reação e de impulso ou as vezes ela e de choque , o medo as vezes nos protege , mais sentir pode nos custar muito caro . A historia a seguir mostra a reação de um garoto ao deparar com algo que jamais imaginaria ver em sua vida , este trousse a morte para sua casa e a deu de presente ... de presente para sua irmã mais nova .

O dia estava nublado e Vitor Hugo voltava de sua escola, passou antes na padaria para comprar o pão que sua mãe lhe pedia diariamente. Sorridente caminhava rumo a sua casa quando deparou com um boneco jogado no lixo, era um bonequinho de pelúcia com um olhar curioso e um sorriso estampado em seu rosto, Vitor notou que o estado da pelúcia era boa então o pegou a fim de levar para casa e dar a sua irmãzinha. Chegando a casa pegou e deu o boneco a sua irmã que ficou super feliz e disse que seu nome era Dingu e que poderia fazer companhia para sua boneca que ganhara de aniversario , espantado pelo nome Vitor perguntou o motivo do mesmo , Rebeca então respondeu , não sei ele quem disse , Vitor achou estranho mais não deu muita importância por se tratar de uma criança . O resto do dia foi tranqüilo na casa de Vitor, eles jantaram logo cedo, pois no outro dia todos acordavam cedo, os pais para trabalhar e Vitor e sua irmã Rebeca para irem à escola. O menino sem sono resolveu ainda ver um filme na sala, o tempo passou e já beirava a meia noite quando foi para cama mesmo sem sono, mais por algum motivo suas pálpebras pesaram e ele adormeceu, no meio da noite escutou um chiado, assustado abriu seus olhos pensando ser sua mãe pela manha o chamando, mais Vitor ao abrir os olhos se depara com uma figura próxima a sua cama, o boneco estava em pé e olhava fixamente para ele e gargalhava sinistramente, foi quando então disse “quer um abracinho?” “que tal um carinho?”, Vitor estava hipnotizado com aquela criatura próxima de sua cama , tentava gritar ou se mexer mais seu corpo não respondia , foi quando ele adormeceu novamente. No dia seguinte os pais de Victor foram lhe chamar para escola , ao entrarem no quarto depararam com uma cena assustadora o menino estava morto , seus olhos haviam sido arrancados e sua boca aberta revelava que sua língua tinha sido arrancada . A cena era forte e chocante ninguém entendeu como aquilo fora acontecer . Alguns dias depois toda família foi encontrada morta por policiais em sua residência , ambas da mesma forma que o garoto , o maior mistério e que ninguém sabia como aquilo fora acontecer e quem teria feito , o boneco nunca mais foi visto .

Continua ...


Se copiar colocar devidos créditos , Obrigado ;D
Ass : Glaucow M Freitas

Horrorurbano.com