Novidades

17 de março de 2016

Estranhos Laços de Afeto


Era natal e minha prima Tamara queria muito uma boneca que tinha visto em uma destas vitrines, seu pai sempre foi um cara que fazia suas vontades, por ser filha única tinha sempre todos os mimos e presente. Tamara estava muito feliz com sua boneca nova estava tratando a boneca como se fosse uma pessoa. Certo dia Tamara deitou para dormir e colocou sua boneca em um berço de brinquedo, no meio da madrugada acordou assustada de um pesadelo e notou algo na beira de sua cama que parecia a vigiar, ela podia sentir isso, mas não podia ver o que era por que estava escuro, em um piscar de olhos aquela sensação passara, foi então ver sua boneca que por sua surpresa não estava onde havia colocado, ficou desesperada pensando que alguém tinha pegado e chamou seus pais, que falaram para a filha ir dormir que no outro dia iriam procurar. A garota muito triste resolveu então deitar para dormir. Ao amanhecer a menina assusta ao ver sua boneca na beirada de sua cama no mesmo local que avistara a presença na madrugada, muito feliz pega a boneca e vai tomar café. O dia passa e a noite chega a garota resolve então colocar sua boneca ao seu lado para ela não sumir desta vez, sem conseguir pegar no sono nota que um estranho som vinha de sua boneca algo que não seria fácil de escutar sem o silencio da madrugada, parecia uma respiração, muito ingênua ela acha aquilo normal e começa a conversa com a boneca que a responde estranhamente dizendo que se chama Brenda e que tinha 15 anos quando a mataram e a trancaram naquela boneca e outras coisas que seria difícil de Tamara entender, a boneca conta que também foi como ela uma menina linda, uma pessoa de verdade e que agora não era nada e que nada podia fazer, a garotinha fica deslumbrada com a historia e promete ajudar sua nova melhor amiga e pega no sono. Os dias passam e as coisas vão ficando cada dia mais estranhas, Tamara diariamente diz para seus pais sobre as conversas com a boneca e sobre suas visões noturnas, seus pais preocupados procuram então um psicólogo para a menina, só que de nada adianta e menina parece estar no perfeito estado normal de sanidade. Era 23/01/94 aniversario de 15 anos Tamara seus pais fizeram uma festa enorme para a garota que estava muito feliz e não largava sua boneca deste então, a noite vai passando e os pais de Tamara começam a dar por falta da garota que já não estava na festa por algum tempo, eles começam a procurar a garota, eu e meus outros primos ajudamos a procurar só que não encontramos nada, os pais da menina resolvem então chamar a policia que imediatamente começam as buscas pela garota que sumiu misteriosamente com sua boneca do próprio aniversario em sua residência. Os policiais rodavam a vizinhança quando avistam um clarão que parecia vir da mata. No local ninguém ali presente acredita no que esta vê, algo realmente assustador, em cima de uma pedra estava Tamara caída e a boneca sentada em baixo delas um circulo algo que parecia símbolos de possessão e rituais satânicos, cercadas por velas e sangue que parecia de um bode que estava esquartejado e sem cabeça ao lado, os policiais então imediatamente correm para socorrer Tamara que parecia morta e a levam para o hospital ,quando os pais da menina chegam ao local ficam assustados com o que presenciam  e lembram então das estranhas conversas da filha sobre a boneca e sobre estranhas visões noturnas, imediatamente pegaram a boneca a fins investigativos e correram direto para o hospital local onde Tamara estava internada já sem pulsação. Ao chegarem com a boneca no local algo realmente estranho acontece, a pulsação da pobre garotinha volta de modo misterioso e ela acorda, a boneca que estava nas mãos de sua mãe começa a desmanchar como se algo a ateasse fogo e é lançada ao chão imediatamente , assustados correm para ver como estava a menina, ao ver que tudo estava bem os médicos logo a liberam após algumas horas em observação. Na volta para casa de carro seu pai ao chamar Tamara olha para o espelho e assusta, no corpo de Tâmara algo assustador ela vestia a roupa com que a boneca estava e a menina parece estar possuída, então eles escuta uma voz estranha que não e de sua filha que diz “Eu não me chamo Tamara, eu me chamo Brenda”, misteriosamente o carro capota e todos morrem exceto a menina que misteriosamente saiu ilesa e esta viva internada em um sanatório infantil e até hoje se diz chamar Brenda.

By:Glaucow Maciel Freitas
BLOG :http://horrorurbano.blogspot.com/

Se Copiar Colocar Os Devidos Créditos