Novidades

3 de agosto de 2016

A Criatura Na Estrada

Uma criatura assustadora surge no meio da mata, assombração surge e assusta todos em um estrada a /></a></div>
<span style=
A pessoa quem me contou este relato disse que ate hoje não consegue tirar da cabeça aquela noite e que infelizmente sempre vai lembrar-se da criatura, abandonada" mesma afirma de pé junto que tudo realmente aconteceu e é verídico.

Era sexta-feira e Willian se preparava para ir ate a casa de sua namorada Franciele, iria pegar ela para irem ate um restaurante onde iriam comemorar o segundo ano de aniversario de namoro. O garoto pediu o carro o pai que nunca lhe negará nada lhe emprestou e ainda lhe arrumou cem reais em caso de maiores necessidades. Chegando ao restaurante o casal após o jantar regado de vinho, entusiasmados e apaixonados resolveram arrumar um lugar para transarem, mas Franciele era menor de idade e Willian sabia que poderia ter problemas em um Motel, então tiveram a brilhante idéia de irem ate um canto em uma estrada de chão afastada da civilização e fazerem no carro mesmo. As ruas eram estreitas e a estrada totalmente ruim o acesso, mas Willian se embrenhou no caminho com o carro ate encontrar um lugar aparentemente tranqüilo, ao estacionar começaram a se pegar, tudo ocorria bem até que o silencio da mata foi quebrado por um gemido assustador, Franciele imediatamente se alertou perguntando a Willian se ele havia escutado, porem o mesmo se quer deu importância e disse para ela que não era nada, os vidros do carro estava embaçado atrapalhando a visibilidade do casal que então continuaram o ato. 

Após exatos três minutos um gemido ainda maior seguido de um grito apavorante de dor deixou o casal totalmente paralisados e alerta, Willian então disse para Franciele ficar no carro enquanto ele iria checar o que estava acontecendo, ao sair do carro olhou em todas as direções e quando já ia voltar ao carro avistou a mais ou menos 20 metros uma figura um tanto quanto bizarra, o rapaz paralisado e sem responder Franciele que o chamava desesperadamente ficou ali observando sem reação a criatura corcunda que caminhava excomungada em sua direção e emitia ruídos um tanto quanto perturbadores, Willian firmou as vistas e conseguiu identificar que a criatura se parecia com uma mulher porem esta parecia deformada, os cabelos escorridos cobriam o rosto e a cabeça fazia movimentos como se esta estivesse solta no ar, era inacreditável, ele então entrou no carro e o ligou e disse para Franciele que iriam embora, a garota o perguntava o que estava acontecendo e ele disse que depois falava, assim que o vidro desembaçou e o carro começou a andar a criatura estava ainda mais próxima a mais ou menos 10 metros de distancia, Franciele em uma crise histérica de nervosismo se colocou no banco de trás pedindo para que Willian saísse dali, porem o garoto estava em um estado de hipnose como se vislumbrasse aquela criatura que aproximava cambaleante emitindo seus grunhidos macabros, Franciele gritou tão alto que Willian assustou ligando o carro e dando ré até a estrada, acelerou o mais rápido que pode a fim de sair daquele pesadelo. 

No meio da estrada, já mais tranqüilo, Willian tentou conversar com Franciele que apenas chorava, olhou então para o lado onde tinham algumas plantações de milho e viu novamente a criatura parada o encarando como um predador. Até hoje Willian não consegue explicar o que era aquela criatura que vagava em meio a mata, a única coisa que diz ao mencionar o assunto e “foi a pior sensação da minha vida”.

Se copiar colocar devidos créditos, obrigado !

Ass : Glaucow M Freitas