Novidades

28 de setembro de 2016

O Bebe da Vizinha

O que essa criança ta
fazendo aqui há esta hora” acendi a luz do corredor e aquela imagem desapareceu



 A única coisa que me vinha na cabeça naquele momento era descansar, queria deitar e relaxar sem pensar em nada ou sumir por alguns instantes, após umas discussões familiares e muita dor de cabeça durante anos, apesar de pouco o salário resolvi me mudar e deixei a atual casa. Com sorte achei um apartamento ainda na cidade grande o aluguel estava barato e isso era o que importava, não era tão longe de minha antiga residência e com o termino do casamento não queria saber de luxo e sim de apenas um cantinho para descansar a cabeça cansada e deixar de lado minha ex. O único problema eram os choros da criança na madrugada, o bebe da vizinha chorava tanto que me dava nos nervos, porem sempre que ia reclamar o choro cessava e acabava por deixar de lado. Certa madrugada acordo assustado com o choro, parecia mais perto que o normal ao olhar do lado da cama uma criaturinha nanica correu para debaixo da cama, ofegante e espantado saltei da cama e olhei por debaixo da cama tremulo e com muito medo, mais não encontrei, escutei a porta batendo, levantei e caminhei ate o corredor do prédio, as luzes estavam apagadas e não conseguia enxergar muita coisa a única coisa que consegui ver foi um vulto no final do corredor encostado na parede, neste instante pensei “O que essa criança ta fazendo aqui há esta hora” acendi a luz do corredor e aquela imagem desapareceu de forma mágica me deixando intrigado, mas o cansaço era tanto que podia ser apenas coisas de minha cabeça já que não estava bem há dias, voltei para o meu apartamento e consegui adormecer. Na manha seguinte acordei e notei que meu quarto estava meio revirado, assustado levantei e pensei em chamara policia, porem antes procurei o que teria causado tudo, percebi que a bagunça não se limitava ao quarto e sim a casa toda, arrumei tudo e resolvi sair para procurar emprego , no corredor me deparo com uma mulher  que me cumprimentou então começamos a conversar , ela me disse que eu estava com uma cara de acabado , expliquei a situação e perguntei como ela conseguia dormir com o bebe da vizinha fazendo tanto barulho , ela então assustada respondeu que não morava ninguém ali no prédio alem dela , de mim e dos idosos do andar superior , fiquei intrigado e falei sobre os choros na madrugada e sobre os vultos e possíveis alucinações , ela me olhou de forma assustada e gaguejando tentou falar mais não saiu nada, insisti e perguntei se ela sabia de algo que eu não sabia , então me disse que no meu apartamento , os pais hoje presos mataram uma criança de aproximadamente 7 anos de forma brutal , logo a ficha caiu que não tinha bebe algum na vizinhança e sim um fantasma em meu assombrado apartamento . Fiquei no local por mais três dias ate me mudar e abandonar o local. Antes de abandonar o local muitas coisas estranhas ainda aconteceram. Certo dia estava deitado lendo um livro quando alguém bateu em minha porta, levantei para atender a medida que ia em direção a porta as batidas ficavam mais fortes e violentas , quando olhei pelo olho mágico não tinha ninguém , abri a porta e aos meus pés tinha uma mancha de sangue , essa macha de sangue ficou no apartamento ate eu me mudar . 



Após a mudança resolvi visitar o antigo prédio, chegando notei que o mesmo estava interditado, perguntei então para um comerciante vizinho, ele disse que todo prédio pegou fogo e que todos que ali moravam morreram , disse também que o fogo começara no apartamento 13 o mesmo em que eu morava,  perguntei então sobre as pessoas que moravam ali , ele m disse que o único sobrevivente seria uma criança de aproximadamente 7 anos que saiu do local antes da chegada das autoridades , diz que este saiu sem rumo caminhando e ate hoje não voltou .

Se copiar colocar devidos créditos , obrigado !

Ass : Glaucow M Freitas