Pular para o conteúdo principal

Destaque da Semana

O Mistério da Colônia de Roanoke

A História Por Trás da Música - Hotel Califórnia (Eagles)



"Hotel California" é a faixa-título do quinto álbum de estúdio da banda de rock americana Eagles. Lançado em 8 de Dezembro de 1976, o álbum vendeu mais de 16 milhões de cópias e foi considerado por muitos críticos de rock como o melhor álbum de todos os tempos. A música "Hotel California", escrita por Don Felder, Don Henley e Glenn Frey, ganhou o Grammy na categoria "Gravação do Ano" e se tornou a canção de maior sucesso do grupo.

"Hotel California" narra a história de um viajante cansado que fica preso em um hotel de luxo (que num primeiro momento parece convidativo e tentador, mas que se torna um pesadelo). Porém, a letra obscura fez surgir várias teorias sobre o verdadeiro teor da música. Muitos viam o Diabo na letra, outros um hospício, e até mesmo, o vício em drogas pesadas.

Entre dezenas das mais variadas teorias sobre a letra de "Hotel California", cito, abaixo, as mais famosas:

• Especulava-se que o "Hotel California" citado na canção se referia ao "Camarillo State Hospital", um hospital psiquiátrico localizado no município de Ventura, entre Los Angeles e Santa Bárbara, que esteve em operação de 1936 a 1997. Alguns famosos que sofreram de doenças mentais, tuberculose ou desintoxicação por drogas ou álcool, foram tratados em Camarillo, como Charlie Parker Jr, que se internou no hospital para se desintoxicar do vício de heroína. Após encerrar suas atividades, em Junho de 1997, o hospital, que seria destinado a se tornar uma prisão, acabou se transformando na Universidade do Estado da Califórnia. A maioria dos edifícios do Complexo foram preservados e restaurados, inclusive a torre com o sino das missões, original de 1930, e que é citado em um trecho da música ("eu ouvi o sino da missão").

• Uma das versões mais esdrúxulas era a de que o hotel realmente existia e era administrado por canibais, que devoravam os hóspedes.

• No entanto, a teoria que ganhou mais força era a de que "Hotel California" seria uma metáfora para o Inferno e que a música falava em adoração ao Diabo, já que a letra cita "tentar matar a besta" e "nós não temos este espírito aqui desde 1969". O boato foi alimentado pela concepção do álbum: a capa interna mostrava a fotografia de algumas pessoas no pátio de uma pousada espanhola e, em uma varanda, sobre elas, pairava uma figura sombria, que muitos associaram a Anton LaVey, que fundou a Igreja de Satã no ano de 1966, em San Francisco, Califórnia, EUA. A canção seria uma homenagem ao local onde LaVey escreveu a "Bíblia Satânica". Pesou o fato da "Bíblia" em questão ter sido publicada em 1969, data citada na música.
Alguns afirmavam que os integrantes do Eagles estavam envolvidos com ocultismo e eram discípulos de LaVey. Houve quem chegasse a apontar um fantasma na capa do álbum, que teria sido captado pela camera fotográfica, e que seria de um homem assassinado por La Vey em um ritual de sacrificio humano.

• Havia também quem associasse a música à toxicodependência e que "Hotel California" era um código para cocaína, levantando suspeitas de que a letra descrevia uma "viagem" sob o efeito da droga. A frase "Logo à frente, eu vi uma luz trêmula... Minha cabeça pesou e minha vista embaçou" seria uma alusão aos efeitos da droga. E vão mais longe ao afirmar que as iniciais de "Hotel California", H e C, significaria "High Cocaína", uma droga que depois que você experimenta não consegue mais largar.

Apesar de algumas versões terem seu fundo de lógica, Don Henley, um dos autores da música, desmentiu todas e declarou que a canção é uma alegoria sobre o hedonismo e relata o lado sombrio do sonho americano e sobre os excessos na América, principalmente no mundo da música.
O álbum teria como tema subjacente a corrupção de estrelas do rock pela decadente industria fonográfica de Los Angeles, e a faixa-título (Hotel California) descreve uma prisão dourada onde o artista entra livremente e depois descobre que não pode mais sair.
O verdadeiro "Hotel California" não é um lugar, mas uma metáfora para a industria da música, localizada na costa oeste, e seu efeito sobre músicos talentosos que se encontram enredados em sua teia de brilho.

E só para constar... O hotel que aparece na capa do álbum é o Beverly Hills Hotel, conhecido como o Pink Palace, muito frequentado por estrelas de Hollywood. E a "figura sombria", que aparece na varanda, e que muitos achavam ser Anton LaVey, era na verdade uma modelo contratada para posar para a capa do álbum.

O texto não e de minha autoria foi retirado de >>>
Leia mais: http://passeandopelocotidiano.blogspot.com

Comentários

  1. Perfeita a explicação!!! Agora cada um tire suas próprias conclusões. Eu acho a explicação do autor da musica muito clara, o resto faz sentido, mas foram comparações q ele mesmo vez.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Top 5 de Maio

Os Maníacos de Dnepropetrovsk ( 18 + )

                                            " No inicio eram apenas animais "

Conhecidos como os Maníacos de Dnepropetrovsk (Dnepropetrovsk Maniacs) pela denominação que a mídia deu aos monstros responsáveis por uma série de assassinatos em Dnepropetrovsk, na Ucrânia, nos meses de junho e julho de 2007. O caso ganhou notoriedade devido às gravações de alguns assassinatos, que acabaram caindo na internet. Dois jovens de 19 anos, Viktor Sayenko e Igor Suprunyuck foram acusados por cometerem 21 assassinatos e Alexander Hanzha, um terceiro cúmplice, foi acusado de dois assaltos a mão armada que ocorreram antes dos assassinatos. A maioria eram mulheres e crianças, todos com requintes de crueldade - batiam nas vitimas com martelos e barras de metal até a morte e filmavam com o celular. Alguns dos vídeos dos assassinatos caíram na internet, e um dos mais notórios é o assassinato de Sergei Yatzenko. Partes do vídeo se tornaram  virais conhecidos como 3 Guys 1 Hammer, um trocadilho co…

Um Lunático e um Picador de Gelo (Luka Rocco Magnotta) 18+

Luka Rocco Magnotta (nascido Eric Clinton Kirk Newman; 24 de julho, 1982) é um ator pornográfico e modelo acusado de matar e desmembrar Lin Jun, um estudante chinês, e mandar vários de seus pedaços por correio para escritórios de partidos políticos canadenses e para escolas elementares de outra província.
Após o vídeo mostrando o assassinato ser publicado, primeiramente, em Fóruns da Deep Web (o vídeo ficou conhecido como "1 Lunatic 1 Ice Pick"), porém hoje em dia o vídeo já pode ser facilmente encontrado em sites especializados em terror Gore, Magnotta fugiu do país, tornando-se motivo para uma “Nota Vermelha da Interpol”, e assim iniciando uma verdadeira caçada internacional. Ele foi preso em 4 de Junho de 2012 em uma Lan House em Berlin, enquanto lia notícias a respeito de si mesmo.



   Luka Rocco Magnotta
Nascido em Scarborough/Ontario, foi criado pelos avós. Mudou o nome para “Luka Rocco Magnotta”, após fazer inúmeras cirurgias plásticas por não estar satisfeito com a própr…

Phineas e Ferb - A Teoria

Olá pessoal, tudo bem? Esse dias eu estava navegando na internet e achei um textinho aonde dizia que o famoso desenho chamado "Phineas e Ferb" é uma história real. Como isso me chamou atenção, resolvi pesquisar e encontrei um texto maior, porém ele foi traduzido no google tradutor e foi bastante difícil de entender. Como eu sou boazinha, eu arrumei o texto e facilitei ele para a leitura. E agora, confiram a verdadeira história:
"No ano de 1993 em uma casa humilde, viveu uma garota chamada Candace Flynn, que tinha esquizofrenia. Quando Candace era apenas uma criança, seus pais se divorciaram, deixando aos cuidados da sua mãe que nunca foi de dar muita atenção a ela. Ao nascer seu irmão Phineas, que sofre de hiperatividade e Ferb seu meio-irmão, que nasceu com um caso grave de retardo mental, que entre outras coisas o impede de falar, as coisas foram de mal a pior para o desenvolvimento de Candace, fora a sua imaginação... a jovem sempre imaginava seus irmãos construindo “…

La Pascualita ( A Filha Noiva Embalsamada ) Será ?

Uma loja de noivas na cidade de Chihuahua, no México, tem uma manequim polêmica, que tem dado o que falar. Nomeada La Pascualita, a imagem exposta na vitrine está no mesmo local há 75 anos e, desde então, vem tirando o sono de muitos curiosos, afinal La Pascualita não é apenas uma boneca, mas o retrato de uma lenda urbana que parece ter grandes chances de ser verdade. 



Os moradores locais afirmam com certeza: a manequim é um corpo embalsamado e seria a filha do dono, morta há algumas décadas. Quem chegou a conhecer a filha do proprietário da loja afirma que ela era idêntica ao manequim da vitrine. Segundo relatos dos moradores locais, a jovem teria morrido tragicamente no dia de seu casamento depois de ser picada por uma aranha viúva-negra.                                                                   " Matéria em vídeo " A história se tornou popular em todo o mundo e muitas pessoas viajam até Chihuahua só para ver a Pascualita. Há até aqueles que dizem já ter visto a maneq…

4# Assassino do Xadrez - 1974 até Atualmente (Psicopatas, Maniacos e Assassinos)

O russo Alexander Pichushkin fez de sua vida um tabuleiro de sadismo e assassinatos, vitimando mais de 40 pessoas.
Nascido em Mytishchi, na Rússia, em abril de 1974, foi ferido na cabeça após ser atingido na cabeça após ser atingido na testa por um balanço quando brincava num parque. Especialistas apontaram que o acidente pode ter sido responsável por sua agressividade.
Na infância, sofreu bullying de seus colegas pela reputação de ter dificuldades de aprendizado. Seu avô percebeu que a deficiência não passava de um engano, descobriu que o neto tinha grande inteligência e resolveu ensina-lo a jogar xadrez.
Ficou viciado no jogo, tornando-se um exímio enxadrista. Treinava todo dia no parque de Bittservsky com senhores de meia-idade. Em 1991, quando Alexander tinha 17 anos, seu avô morreu. A frustração serviu de estopim para uma drástica mudança de comportamento.
Nos meses seguintes á morte do avô começou a beber muita vodca. Ele jogava xadrez embriagado, mas o álcool não afetava suas habi…